Os objetivos gerais deste projeto são os seguintes:

- o valor social e educativo do património cultural europeu, a sua contribuição para a criação de emprego, desenvolvimento económico e coesão social

- inclusão social

Este projeto visa focar a atenção nas características sociais e culturais do ambiente onde os alunos vivem, através do estudo do património cultural de um país caracterizado pelos sabores únicos da sua cozinha, pelas diferentes culturas da sua história e de uma arte do seu território ainda não completamente revelada.

O objetivo principal do projeto não tem tanto a ver com a identidade singular mas mais com a troca e partilha dos elementos do património de cada país, de modo a estimular nos alunos a ideia da cidadania europeia e permitir-lhes abrir os horizontes.

 

Coordenador(a): Maria Júlia Macedo

País Coordenador: Itália

Língua de Comunicação: Inglês

Países Parceiros: Bulgária, Chipre, Grécia, Polónia

Período: 2019-2021

 

Atividades desenvolvidas:

Os parceiros do projeto seguem os princípios do ET2020 ”Melhorar a qualidade e a eficiência da educação e da formação; aumentar a criatividade, incluindo o empreendedorismo, e, principalmente, é baseado no princípio de que "menos de 15% das crianças de 15 anos devem possuir baixas competências em leitura, matemática e ciências". Todos os parceiros têm o mesmo interesse em integrar os elementos-chave e competências da educação do século 21 nas suas aulas e trocar informações com a cooperação entre países e entre culturas que trará inovação, pensamento crítico, sinergia de grupo e mais. O projeto STEM é um projeto de 2 anos que permitirá que os alunos vivenciem a vida real e participem ativamente dos problemas globais. Este projeto aumentará a consciencialização sobre a ecologia e ajudará os alunos a conhecer o século 21. Para incentivar os estudantes a resolver problemas da vida real, achamos que a poluição é uma boa maneira de apoiar todos os quatro ramos do STEM. A faixa etária a que nos referimos é de 12 a 16 alunos do ensino básico a secundário. Os parceiros decidiram implementar o projeto Stem, porque as escolas são os locais para orientar os alunos para os futuros empregos e preparar os alunos para o mundo do trabalho. Em muitas partes da Europa, os empregadores têm dificuldades em contratar pessoas com as habilidades certas em STEM, principalmente os profissionais de TIC. Os dados mais recentes do PISA e TIMMS mostram que mais de uma em cada cinco crianças de 15 anos na Europa é analfabeta funcional em leitura, matemática e ciências.

Os resultados tangíveis do projeto:

  • 6 Intercâmbios de alunos.
  • Histórias curtas de ficção (antes que os alunos se concentrem em um problema, será apresentado um roteiro ficcional)
  • Cartazes / folhetos / livreto interativos
  • Bandas-desenhadas sobre poluição do ar e ruído a serem compiladas numa revista
  • quadro interativo sobre os efeitos da poluição do ar na saúde
  • Vídeos de cada atividade para carregar regularmente no site.
  • Resultados de pesquisas sobre Poluição, questionários para os alunos duas vezes por ano através de formulários do Google;
  • questionários de avaliação;
  • colaboração de geminação;
  • aprimorar a educação das STM com impressão 3D (Desenhando soluções para desastres naturais e problemas de poluição)
  • Atividades práticas e experiências que incluem tipos de poluição;
  • e-book que inclui todas as atividades;
  • Construção de um laboratório STEM em todas as escolas parceiras.

Os resultados intangíveis:

  • ajudar os alunos a desenvolver proficiência e compreensão matemática e científica que podem ser aplicadas em situações variadas;
  • aprimorar a aprendizagem de idiomas e o lado exploratório e inovador dos alunos;
  • promover aprendizagens baseadas em desafios, baseadas em problemas e baseadas em projetos;
  • desenvolver planos de trabalho detalhados, no desenvolvimento de habilidades específicas do século 21 que ajudarão os alunos a contextualizar a pedagogia;
  • proporcionar aos alunos a oportunidade de explorar problemas científicos do mundo real e proporcionar-lhes uma experiência prática;
  • permitir que os professores participem de oficinas profissionais e ajudá-los a ter um forte relacionamento pessoal e profissional;
  • expandir competências políticas, sociais e educacionais e desenvolver o pensamento crítico.

 

Coordenador(a): Ricardo Barroso

País Coordenador: Estónia

Língua de Comunicação: Inglês

Países Parceiros: Lituânia, Bulgária, Itália, Portugal, Turquia

Período: 2019-2021

Nº alunos em Mobilidade: 16

 

Atividades desenvolvidas:

 

O projeto "DE.M.O.S. - DEbate as innovative MethOd to enhance critical thinking and life skill” visa a implementação da metodologia do debate como ferramenta para o desenvolvimento das competências essenciais dos alunos e consequentemente aumentar os seus índices de empregabilidade, o seu desenvolvimento profissional, social e educacional, bem como a sua participação ativa na sociedade civil, contribuindo desta forma para dar resposta à prioridade principal do Erasmus +. Este projeto contará com a participação de escolas de seis países. A saber: Itália, a quem compete a coordenação do projeto, Portugal, Polónia, Holanda, Turquia e Letónia.

Este projeto tem como público alvo os alunos com idades compreendidas entre os 16-19 e tem como meta atingir os seguintes objetivos:

- contribuir para o desenvolvimento das competências essenciais e transversais dos alunos através da inovação nos métodos de ensino;

- inovar o método de ensino e aprendizagem de línguas estrangeiras através da implementação de metodologias pró-activas que privilegiem a interatividade e a oralidade;

- adaptar as competências e metodologias disponíveis para dar resposta de forma mais eficaz às mudanças da sociedade, fornecendo suporte através de formação e partilha de metodologias de ensino e avaliação inovadores utilizados em outros países na Europa.

 

Coordenador(a): Armanda Silva

País Coordenador: Itália

Língua de Comunicação: Inglês

Países parceiros: Itália, Portugal, Polónia, Holanda, Turquia e Letónia.

Período: 2019-2021

Nº alunos em Mobilidade: 20

Website: www.demosdebate.weebly.com

Facebook: D.E.M.O.S.

 

Atividades Desenvolvidas:

 

 

O projeto Three Times Health is Hapiness integra os três recursos essenciais para a saúde: saúde física, saúde social e saúde emocional. A combinação equilibrada dos três é fundamental para a felicidade das pessoas. O projeto destina-se a fazer face

ás mudanças que se estão a verificar na sociedade e que estão a ter um impacto negativo nos nossos jovens e que os nossos valores de bem-estar estão em risco. Percebemos que uma vida sedentária, uma dieta não saudável, o mau uso das redes sociais, o bullying e falta de apoio social são uma ameaça ao bem-estar de nossos alunos. O principal objetivo do projeto é motivar os alunos  para os benefícios de ter uma alimentação saudável, praticar desportos, socializar de uma forma saudável e estabilidade emocional.

Pretende-se igualmente que os nossos alunos entendam que fazer parte da Europa não é apenas compartilhar um espaço comum, mas ter um património cultural europeu mútuo, onde o valor do bem-estar seja primordial.

 

Coordenador(a): Alexandra Alves

País Coordenador: Espanha

Língua de Comunicação: Inglês

Países parceiros: Espanha, Grécia, Austria e Itália

Período: 2019-2021

Nº alunos em Mobilidade: 20

 

Atividades desenvolvidas:

A ideia principal deste projeto é desenvolver competências-chave indicadas pelo Conselho da União Europeia a 22 de maio de 2018 (especialmente: competência em consciência e expressão cultural, competência digital, competência multilíngue, mas também competência em empreendedorismo, competência em cidadania, competência matemática), descobrir juntos que a arte não tem fronteiras e que a sua mensagem é universal. Este projeto pretende dar aos alunos a possibilidade de criação livre. Sir Ken Robinson, especialista em educação, acredita que a arte é tão importante quanto a matemática. Robinson apela a todos nós para vermos as "nossas capacidades criativas pela riqueza que são" e para ajudar a construir um sistema educacional que apoie e não prejudique a criatividade.

 

Coordenador(a): Elsa Santos

País Coordenador: Polónia

Língua de Comunicação: Inglês

Países parceiros: Polónia, Estónia, Itália, Portugal

Período: 2019-2021

Nº alunos em Mobilidade: 30

 

Atividades Desenvolvidas:

O projeto tem por objetivo fomentar nos alunos as competências do século 21: Pensamento crítico, pensamento científico, resolução de problemas, criatividade, análise e síntese e domínio da tecnologia. Todos os países envolvidos trabalharão juntos desenvolvendo processos tecnológicos, usando o conhecimento tradicional da Ciência e pensarão como um Cientista. Partilharão saberes e práticas, na área digital, estabelecendo uma ponte entre o passado e o presente, contribuindo para uma dimensão humanitária da herança cultural da União Europeia.

Coordenador(a): Estela Moreira

País Coordenador: Turquia

Língua de Comunicação: Inglês

Países parceiros: Turquia, Portugal, Itália, Macedónia, Espanha, Polónia

Período: 2019-2021

Nº alunos em Mobilidade: 12

 

Atividades desenvolvidas:

“Creating Rescue Teams – Getting Ready For Natural Disasters” tem como principais objetivos melhorar a consciência ambiental e dotar os participantes de competências que lhes permitam lidar com situações de emergência e responder a eventuais desastres naturais, tornando-os cidadãos mais conscientes do seu dever de exercerem uma cidadania ativa e responsável. Para isso, foram delineadas atividades que, simultaneamente, permitirão desenvolver a autoconfiança, o trabalho em equipa, o espírito de entreajuda e a resolução de problemas.

Durante as mobilidades, os alunos terão a oportunidade de contactar com diferentes padrões culturais, desenvolver o domínio da Língua Inglesa e competências de comunicação.

 

Coordenador(a): Ana Maria Azevedo

País Coordenador: Itália

Idioma: Italiano, Inglês

Países parceiros: Portugal, Turquia, Roménia e Polónia

Período: 2019 - 2021

Nº alunos em Mobilidade: 24

 

Atividades Desenvolvidas: