O projeto 'Europa Unida' decorre de uma candidatura apresentada pela Jósef Lompa Primary School, Wozniki da Polónia e baseia-se na cooperação e educação internacionais na área das atividades planificadas, privilegiando o currículo básico da aprendizagem de línguas estrangeiras.

       Vinte alunos acompanhados de quatro professores da escola polaca e a turma 807 da Escola Secundária D. Sancho I com alguns dos seus professores participarão no projeto. Terá lugar apenas um intercâmbio na nossa escola e os alunos portugueses acolherão os seus novos amigos em suas casas. O processo de seleção baseou-se no princípio da igualdade de género e não discriminação.

     São objetivos deste projeto o desenvolvimento das competências linguística e digital bem como competências sociais e de organização e a promoção da autonomia. Pretende-se ainda despertar nos alunos a curiosidade por uma cultura diferente e promover o respeito pela diversidade. 

    Os resultados do projeto serão as atividades realizadas pelos alunos participantes e o produto final um jornal que irá sendo construído ao longo da semana e um projeto eTwinning.

 

Coordenador(a): Ana Maria Azevedo

País Coordenador: Polónia

Idioma: Inglês

Países parceiros: Polónia

Período: 2019-2020

  • 01_edit-min.jpg
  • 02_edit-min.jpg
  • 03_edit-min.jpg
  • 04_edit-min.jpg
  • 05_edit-min.jpg
  • 06_edit-min.jpg
  • 07_edit-min.jpg
  • 08_edit-min.jpg
  • 09_edit-min.jpg
  • 10_edit-min.jpg
  • 11_edit-min.jpg
  • 12_edit-min.jpg
  • 13_edit-min.jpg
  • 14_edit-min.jpg
  • 16_edit-min.jpg

O envolvimento dos países parceiros neste projeto é motivado pela consciência de que o principal problema na escola hoje não é o conhecimento, mas a aliteracia. Os alunos são alfabetizados, mas cada vez mais indispostos a ler. Se optarem por fazê-lo, terão dificuldade em se conectar com o que leem, visualizando ou comunicando a mensagem. Cada vez mais alunos sabem ler, mas não têm a capacidade de compreender uma história real ou compreender uma ideia complexa e nenhuma capacidade de passar da palavra escrita para um conhecimento significativo.

A criatividade é amplamente aceite como um dos principais impulsionadores do crescimento económico. Também é importante em termos de realização do potencial humano. A importância da criatividade na educação está a ganhar adeptos. A leitura, embora muitas vezes percebida como passiva e recetiva, é uma atividade criativa em si mesma e, frequentemente, um elemento importante noutros processos criativos. Os jovens precisam de estar equipados com competências de leitura de alto nível para tirar o máximo proveito da vida cultural e social e para enfrentar os desafios do mercado de trabalho do século XXI.

Coordenador(a): Ana Paula Silva

País Coordenador: Bulgária

Idioma de Comunicação: Inglês

Países parceiros: Bulgária, França, Itália, Alemanha e Roménia

Período: 2018-2020

 

Atividades desenvolvidas:

 

O principal objetivo do projeto é consciencializar toda a comunidade educativa, e não só, para a preservação e divulgação de tesouros culturais, não só nacionais, mas também dos restantes parceiros. Pretende-se ainda promover a integração da internacionalização do currículo e da metodologia de trabalhos-projeto; estar consciente da dimensão Europeia; melhorar competências sociais e académicas; combater o preconceito e ser um exemplo de inclusão para as escolas da região.

O público-alvo são alunos do Ensino Secundário.

 

Coordenador(a): Paula Alexandra Lopes

País Coordenador: Holanda

Língua de Comunicação: Inglês

Países parceiros: Holanda, Letónia, Polónia, Roménia e Turquia

Período: 2018-2020

Numa época em que cada país está fechado no seu território, mostrar as diferenças e procurar entendimentos pode permitir uma aproximação entre os futuros cidadãos europeus mantendo simultaneamente a sua especificidade. Este projeto propõe-se ajudar jovens de 5 países europeus – França, Itália, Bulgária, Roménia e Portugal - de um contexto social desfavorecido, com acesso limitado à cultura, a encontrar o equilíbrio para uma boa integração numa sociedade multicultural, multiétnica, mas por vezes conflituosa. A cultura abre o caminho para a igualdade, a inclusão social, o desenvolvimento de competências sociais, a descoberta e autoafirmação, reduzindo o risco de abandono escolar. As escolas envolvidas no projeto pretendem responder a estas necessidades, promovendo o acesso a atividades diversificadas, em grupos multiculturais, para encontrar estratégias para melhorar e reduzir esses limites. O objetivo do projeto é dar a conhecer aos estudantes a riqueza cultural da União Europeia que reúne todos os países com os valores comuns que partilhamos: respeito pelos direitos humanos, dignidade, liberdade, igualdade, democracia. Estes valores comuns representam a base de uma sociedade caracterizada pelo pluralismo, não-discriminação, tolerância, justiça, solidariedade e igualdade entre todos. O projeto pretende concretizar este objetivo de uma maneira diferente, isto é, através dos nossos 5 sentidos. Pretende-se conscientizar os alunos sobre a importância e a maneira de estimular os seus sentidos. Pretendemos despertar a curiosidade sobre o Ano Europeu do Património Cultural, mostrando-lhes como é possível conhecer o mundo "trabalhando" com os sentidos. "Conhecer o património cultural e natural através dos 5 sentidos" significa mergulhar no mundo dos sentidos e procurar conhecer o património através de perceções que nos fornecem informações valiosas sobre tudo o que nos rodeia e influencia. Queremos propor uma maneira diferente, nova, estimulante e divertida de começar com os jovens uma viagem em busca do patrimônio cultural e natural de cada país parceiro, pois conhecer também significa percebê-lo, admirá-lo, saboreá-lo, tocá-lo, ouvi-lo e senti-lo. Os alunos serão encorajados a descobrir e apreciar o património cultural da Europa, bem como a reforçar o sentimento de pertença a um espaço europeu comum. Ao apreciá-lo, poderemos descobrir a nossa diversidade e iniciar um diálogo intercultural sobre o que temos em comum.

 

Coordenador(a): Glória Sousa

País Coordenador: Itália

Idioma: Francês

Países parceiros: Itália, França, Bulgária e  Roménia

Período: 2018 - 2020

 

Atividades desenvolvidas